Centro BenQ Knowledge

O que é um relatório de calibragem e como lê-lo?

BenQ
2019/09/26

Um aspeto muito diferente do monitor profissional, como a Série SW do monitor para fotográfos PhotoVue da BenQ e a Série PD do monitor para desenhadores DesignVue, em comparação com outros monitores de consumo, é que todos os monitores profissionais vêm com um relatório de calibragem de fábrica. Porque é que o relatório está incluído na caixa? Porque é isto importante? Como deve ler o relatório? Estas perguntas foram levantadas com bastante frequência e acreditamos que é necessário permitir que os nossos utilizadores entendam a lógica subjacente.

Importância do relatório de calibragem

Vamos começar pela importância ou o significado do relatório de calibragem de fábrica. Cada monitor para fotógrafos/desenhadores da BenQ passa por um rigoroso processo de calibragem de fábrica. Mas como provar que foi feito e como mostrar quão bem foi realizado? É aqui que o relatório de calibragem de fábrica entra em ação. O principal objetivo do relatório é mostrar os resultados do processo de calibragem de fábrica do monitor com o número de série listado. Portanto, é considerado como prova dos resultados da calibragem. Um exemplo de relatório de calibragem de fábrica para um Monitor para Desenhadores BenQ PD2700U é mostrado na Figura 1.

Figura 1: Exemplo de relatório de calibragem de fábrica do PD2700U.

Existem muitos itens de verificação no relatório de calibragem. Cada item de verificação será explicado em mais detalhes nos parágrafos seguintes. Quando examinamos cada item de verificação na Figura 1, por exemplo, a curva gama, descobrimos que existem duas linhas no diagrama. Uma linha representa o valor alvo e outra linha representa o valor medido real. Portanto, este relatório também pode mostrar o desempenho do processo de calibragem de fábrica. Como resultado, não precisamos de retirar o monitor e medir as características óticas novamente. Ao examinar o relatório, podemos ter uma ideia muito boa de como o monitor se comporta. Em suma, a importância do relatório de calibragem é fornecer prova de que o processo de calibragem de fábrica foi realizado. O relatório também mostra o desempenho do monitor após a calibragem. Portanto, o utilizador não precisa de medir novamente o monitor para determinar as características óticas.

Como ler um relatório de calibragem da série PD do monitor para desenhadores DesignVue da BenQ?

Agora, vamos dar uma olhada no relatório de calibragem da série PD do monitor para desenhadores DesignVue da BenQ. No topo do relatório, há “Informações do modelo”, onde o nome do modelo e o número de série do monitor associado ao relatório serão reportados, como mostra a Figura 2. O relatório de calibragem é baseado em cada monitor individual, portanto, o número de série é usado para corresponder entre o relatório e o monitor. Cada relatório é único, pois está a relatar resultados de medição de monitores diferentes.

Figura 2:Secção de informações do modelo no relatório de calibragem da série PD

A segunda parte do relatório é “Gama de cores e Delta E”. Nesta secção, descreve a condição de medição, as coordenadas de cor u'v' (ou coordenadas de cor x,y) das cores vermelho, verde e azul, além da cor branca e do Delta E médio do conjunto de patches de teste padrão da BenQ. Uma amostra desta secção é mostrada na Figura 3.

O monitor foi calibrado primeiro para um conjunto específico de condições, conforme declarado em “Condição de medição Delta E”: Temperatura da cor de 6500K, gama 2,2, gama de cores sRGB e uso de entrada digital. O dispositivo de medição usado para realizar todas as medições é um Konica-Minolta CA310. A gama de cores é definida pelas cores vermelha, verde e azul no monitor, portanto, as coordenadas de cor em u'v '(ou coordenadas de cores x,y) são relatadas juntamente com o branco em “Patches de limite de gama de cores” para relatar a gama de cores do monitor e o ponto branco.

O Delta E médio também é relatado em “Resultado do teste Delta E”. O Delta E médio é calculado com base no conjunto de patches de teste padrão da BenQ, que consiste em 39 cores de teste exclusivas. O Delta E é chamado de “diferença de cor” e é um índice para indicar a diferença entre uma cor de teste e uma cor de referência. Neste caso, usamos os valores de medição para comparar com os 39 valores de referência das cores de teste e obter o valor médio do Delta E. Existem muitas versões do Delta E, a versão usada aqui é o Delta E 2000, que fornece resultados significativos aos números, conforme declarado no relatório: O Delta E é frequentemente usado para avaliar a precisão das cores. Delta E < 1,00 significa que não há diferença percetível para especialistas ao comparar duas cores lado a lado. Delta E < 3,00 significa que não há diferença significativa para qualquer pessoa comum.

Figura 3: Secção Gama de cores e Delta E no relatório de calibragem da série PD

O próximo passo no relatório de calibragem é a secção “Gama”. Uma amostra desta secção é mostrada na Figura 4. A curva gama calibrada e a curva gama alvo são ambas traçadas no diagrama. A curva gama alvo é gama 2,2. A curva gama pode ser descrita como a fluidez com que o preto transita para o branco num ecrã digital. Durante o processo de calibragem de fábrica, um processo de correção de gama é aplicado para garantir que o nível de gama do monitor seja corrigido para que o seu nível de cinzento seja exibido sem problemas. Na maioria das vezes, a curva gama calibrada é sobreposta à curva gama alvo, pois prestamos atenção especial a este item de verificação e garantimos que a curva gama seja calibrada com muito cuidado.

Figura 4: Secção Gama no relatório de calibragem da série PD

O último no relatório de calibragem é a secção “Temperatura da cor”. Uma amostra desta secção é mostrada na Figura 5. A temperatura da cor refere-se ao “tom” do ponto branco e geralmente é relatada em unidades de Kelvin (K). Por exemplo, um branco de 3000K é um branco avermelhado ou amarelado, enquanto um branco de 9300K é um branco azulado. Um branco “normal”, ou seja, branco sem tonalidade, é definido como 6500K. No diagrama, não apenas mostra a temperatura da cor branca, mas também a temperatura da cor de todos os tons de cinzento na escala de cinzentos. Isto ocorre porque é desejável manter a mesma temperatura da cor em toda a escala de cinzentos. Portanto, idealmente, deve ser uma linha horizontal no diagrama. No entanto, vemos uma curvatura na sombra escura, devido principalmente a dois fatores. Primeiro é a natureza dos ecrãs de cristais líquidos, e segundo são os erros introduzidos pelo dispositivo de medição na região mais escura. Costuma-se considerar que uma medida abaixo de uma escala de cinzentos de 40 não é fiável e deve ser ignorada.

Figura 5: Secção de temperatura da cor no relatório de calibragem da série PD

Agora, temos uma melhor compreensão do relatório de calibragem da série PD. Durante o processo de calibragem de fábrica, a gama de cores, o Delta E, a curva gama e a temperatura da cor são ajustadas. Os resultados calibrados são refletidos no relatório. Agora, está na hora de dar uma olhada no relatório de calibragem de fábrica da série SW.

Como ler um relatório de calibragem da Série SW do Monitor para Fotográfos PhotoVue da BenQ?

Existem duas páginas no relatório de calibragem de fábrica. Portanto, as informações relatadas para o relatório da série SW do Monitor para Fotográfos PhotoVue da BenQ são um pouco mais detalhadas do que as da série PD do monitor para desenhadores DesignVue da BenQ. Vamos dar uma olhada no relatório de calibragem da série SW. Um exemplo de relatório de calibragem de fábrica do SW270C é ilustrado na Figura 6. No topo do relatório, temos “Informações do modelo”, onde o nome do modelo e o número de série do monitor associado ao relatório serão listados, como mostra a Figura 7. Esta secção é igual ao relatório da série PD. O relatório de calibragem é baseado em cada monitor individual, portanto, o número de série é usado para corresponder entre o relatório e o monitor. Cada relatório é único, pois está a relatar resultados de medição de monitores diferentes.

Figura 6: Exemplo de relatório de calibragem de fábrica do SW270C

Figura 7: Secção de informações do modelo no relatório de calibragem da série SW

A segunda parte do relatório é “Gama de cores e Delta E”. Nesta secção, descrevemos as condições de medição, as coordenadas de cor xy e cor u'v' das cores vermelho, verde, azul, ciano, magenta e amarelo, além da cor branca. A secção também mostra o Delta E médio e máximo do conjunto de patches de teste padrão da BenQ. Uma amostra desta secção é ilustrada na Figura 8.

O monitor foi calibrado primeiro para um conjunto específico de condições, conforme declarado em “Condição de medição Delta E”: Temperatura da cor de 6500K, gama 2,2, gama de cores Adobe RGB e uso de entrada digital. O dispositivo de medição usado para realizar todas as medições é um Konica-Minolta CA310. A gama de cores é definida pelas cores vermelha, verde e azul no monitor, de modo a que as coordenadas xy e u'v' sejam relatadas juntamente com o branco em “Patches de limite de gama de cores” para mostrar a gama de cores do monitor e o ponto branco. Além disso, as coordenadas de cor xy e cor u'v' para cores ciano, magenta e amarelo também são relatadas. Um diagrama de cromaticidade de 1931 com gamas de cores medidas e alvo é ilustrado para melhores fins de visualização.

O Delta E médio e máximo também são relatados em “Patches de teste padrão”. O Delta E médio e máximo são calculados com base no conjunto de patches de teste padrão da BenQ, que consiste em 39 cores de teste exclusivas. O Delta E é chamado de “diferença de cor” e é um índice que mede a diferença entre uma cor de teste e uma cor de referência. Neste caso, usamos os valores de medição para comparar com os 39 valores de referência das cores de teste e obter um valor médio do Delta E. Existem muitas versões do Delta E, a versão usada aqui é o Delta E 2000, que fornece resultados significativos aos números, conforme declarado no relatório: O Delta E é frequentemente usado para avaliar a precisão da cor. Delta E < 1,00 significa que não há diferença percetível para especialistas ao comparar duas cores lado a lado. Delta E < 3,00 significa que não há diferença significativa que uma pessoa comum possa perceber.

Figura 8: Secção Gama de cores e Delta E no relatório de calibragem da série SW

A terceira parte do relatório de calibragem da série SW é a secção “Uniformidade”. Uniformidade refere-se à uniformidade da área de exibição e se há sombras visíveis ao exibir branco total. A temperatura da cor, a curva gama e a gama de cores são medidas quando a correção de uniformidade está ativada. Na secção “Uniformidade” da amostra na Figura 9, podemos aprender que a condição de medição foi definida na temperatura da cor em 6500K, na curva gama em 2,2 e na gama de cores no Adobe RGB. O nível de cinzentos medido estava no nível 255, que é igual ao branco. O dispositivo de medição utilizado foi um Konica-Minolta CA-2000.

No canto superior direito da Figura 9, há uma ilustração mostrando onde os pontos de medição são retirados do painel. Há um total de 25 pontos de medição considerados uniformes em termos de L% e Delta E. Mas, ao ajustar a uniformidade, não apenas os 25 pontos foram ajustados, mas centenas de sub-regiões foram ajustadas cuidadosamente usando a tecnologia proprietária da BenQ. Todos os 25 pontos de dados de medição são comparados ao ponto de medição central, identificado como n.º 13, individualmente. Portanto, o resultado da medição em L% (o que significa luminosidade) no n.º 13 será sempre 100%, e o Delta E no nº. 13 será sempre 0,00. A partir dos dados de uniformidade da amostra, podemos ver que a luminosidade do monitor é bastante uniforme, com uma variação de 2%. E o Delta E também é menor que 1, portanto, não há coloração ou tonalidade visível ao exibir um branco completo.

Figura 9: Secção de uniformidade no relatório de calibragem da série SW

O próximo passo no relatório de calibragem é a secção “Gama”. Uma amostra desta secção é mostrada na Figura 10. A curva gama calibrada e a curva gama alvo são ambas traçadas no diagrama. A curva gama alvo é gama 2,2. A curva gama pode ser descrita como a fluidez com que o preto transita para o branco num ecrã digital. Durante o processo de calibragem de fábrica, um processo de correção de gama é aplicado para garantir que o nível de gama do monitor seja corrigido para que o seu nível de cinzento seja exibido sem problemas. Na maioria das vezes, a curva gama calibrada é sobreposta à curva gama alvo, pois prestamos atenção especial a este item de verificação e garantimos que a curva gama seja calibrada com muito cuidado.

O último no relatório de calibragem da série SW é a secção DICOM. DICOM é um padrão médico para dispositivos ou imagens médicas em escala de cinzentos, e significa tratamento de imagens digitais e comunicação em medicina. Foi criado pela AAPM TG-18, ou pela Associação Americana de Físicos em Medicina, Grupo de Tarefas 18. O DICOM foi criado principalmente para a visualização de imagens em escala de cinzentos com ênfase nas áreas de sombra, por exemplo, imagens de raios-x digitais. A curva DICOM é basicamente uma curva gama especialmente ajustada para atender a este propósito e depende da luminosidade. Por ser uma aplicação médica, requer um limite superior e um limite inferior, e os limites são 10% da curva padrão. No diagrama, todas as curvas padrão DICOM, limite superior e limite inferior são traçadas, bem como os 18 pontos de medição. Se todos os 18 pontos de medição estiverem dentro dos limites, será exibido “Aprovado” no resultado do teste no canto superior direito. Se qualquer um dos pontos de medição estiver fora do limite, é uma “Falha”. O requisito estrito é garantir que o visualizador consiga diagnosticar as imagens de raio-x corretamente.

Figura 10: Secção Gama no relatório de calibragem da série SW

Figura 11:Secção DICOM no relatório de calibragem da série SW

Resumo

Tanto a série PD do monitor para desenhadores DesignVue da BenQ como os monitores da Série SW do Monitor para Fotográfos PhotoVue passam pela calibragem de fábrica, mas o processo é um pouco diferente para cada série. Portanto, o relatório de calibragem apresentado também é um pouco diferente. No relatório de calibragem dos monitores da série PD, a gama de cores, o Delta E, a curva gama e a temperatura da cor são mostrados. E cada um destes itens foi explicado em detalhes nos parágrafos anteriores. Para os monitores da série SW, a gama de cores, o Delta E, a curva gama, a temperatura da cor, a uniformidade e a curva DICOM foram ajustadas e todas refletidas no relatório de calibragem. Estes itens também foram totalmente discutidos nos parágrafos anteriores. Agora, entendemos melhor a importância do relatório de calibragem e também podemos interpretar o significado dos dados e avaliar o quão bem os monitores são calibrados.

TOP