Centro BenQ Knowledge

O que é gama?

BenQ Color Technology Lab
2019/09/06

Definição de Gama

A gama pode ser descrita como a fluidez com que o preto transita para o branco num ecrã digital. É frequentemente associada a um número como 2.2 ou 2.4 e esse número representa a curvatura da curva de preto para branco ou de branco para preto. Algumas curvas de gama típicas são mostradas na Figura 1 e a equação de obtenção do valor da curva de gama é mostrada na equação 1.

Figura 1: Valores gama diferentes e as suas curvas associadas

 

Equação 1:  Valor da curva de gama

 

Porque é que gama 2.2 é um padrão?

Muitos de vocês podem-se perguntar porque é que uma curva de gama padrão é definida como gama 2.2. A principal razão pela qual existe uma relação de potência entre a luminosidade de saída e a tensão de entrada ou valor digital, é porque o sistema visual não opera de maneira linear. Vamos olhar para a Figura 2. Na linha inferior, a intensidade linear representa o aumento da intensidade de preto para branco de maneira linear. Na linha superior, a codificação visual representa o aumento da intensidade do preto para o branco através de uma lei de potência. Observe que entre 0,0 e 0,1 há uma grande lacuna visual na intensidade linear, sendo muito menos aparente entre 0,0 e 0,1 na codificação visual. E de 0,9 a 1,0 em intensidade linear, a diferença não é percetível, enquanto que é percetível na codificação visual. Observando os cinzas gerais na linha de codificação visual, as diferenças percebidas entre cada mancha cinza são quase idênticas. Este fenómeno também foi encontrado no estudo de Ebner e Fairchild em 1998, onde utilizaram um expoente de 0,43 para converter intensidade linear em leveza para neutros, a fim de fornecer uma codificação percetiva ideal dos cinzas. E o expoente de 0,43 é de aproximadamente 2,33 e está bastante próximo da gama 2.2. Por isso, o valor gama 2.2 tornou-se no padrão de ouro dos ecrãs digitais para uma calibragem adequada.

Figura 2: Diferenças visuais na codificação visual e intensidade linear

 

Curva de gama e perceção visual

Então, como é que a curva de gama afeta a qualidade ou a perceção geral da imagem? Gama 2.2 oferece um tom equilibrado ou “neutro” entre realces e sombras e pode distinguir facilmente os cinzas pelo meio. Gama 1.0 é uma curva interessante para se olhar. Esta é uma relação de 45 graus de linha reta entre o sinal de entrada e a luminosidade de saída. Este é também um cenário de "desvio", no qual nenhum processamento é feito no final da exibição. Então verá uma imagem muito brilhante e “plana”, onde quase nenhum contraste está presente, como na Figura 3.

Figura 3: Imagens Gama 1.0 (à esquerda) em comparação com Gama 2.2 (à direita)

 

Gama 1.8 foi muito popular devido ao Mac OS. A curva de gama 1.8 produz imagens um pouco mais brilhantes que gama 2.2, sendo preferível em alguns casos. No entanto, desde o Mac OS X 10.6, a gama 2.2 também se tornou na curva de gama padrão para o Mac OS. Um exemplo de gama 1.8 versus gama 2.2 é ilustrado na Figura 4.

Figura 4:Imagens Gama 1.8 (à esquerda) em comparação com Gama 2.2 (à direita) 

 

 

A Gama 2.4 é amplamente utilizada nas indústrias de cinema e TV devido ao padrão Rec. 709. O contraste ligeiramente aumentado, realça a saturação das cores e estimula a perceção e a preferência do espetador. No entanto, o brilho geral das imagens pode ser reduzido. Um exemplo de gama 2.4 versus gama 2.2 é ilustrado na Figura 5.

Figura 5: Imagens Gama 2.4 (à esquerda) em comparação com Gama 2.2 (à direita)

 

 

A Gama 2.6 começou a ganhar popularidade devido ao mais recente padrão DCI-P3. DCI-P3 é aprovado por muitos cinemas digitais mais recentes. Com uma curva de gama 2.6, as imagens parecem mais escuras, mas muito saturadas. E como este é o efeito exigido pelos diretores, o DCI-P3 precisa de uma curva de gama 2.6. Um exemplo de gama 2.6 versus gama 2.2 é ilustrado na Figura 6.

Figura 6: Imagens Gama 2.6 (à esquerda) em comparação com Gama 2.2 (à direita)

 

 

No entanto, o que acontecerá se uma curva de gama não for suave? Se uma curva de gama não for suave, significa que a transição do preto para o branco não é estritamente incremental, como mostra a Figura 7. De seguida, as diferenças visuais na escala de cinzentos parecerão não percetualmente diferentes e também com coloração (não cinza neutro). E quando este fenómeno se aplica a uma imagem em escala de cinzentos, a imagem perde detalhes e resulta numa imagem diferente do que deveria ser.

Figura 7: uma curva de gama que não é suave pode resultar em artefactos em escala de cinzentos percetiva e rampas RGB (à esquerda). Nenhum artefacto está presente na escala de cinzentos percetiva e nas rampas RGB quando a curva de gama é suave (à direita).

 

Como ajustar a gama?

Figura 8: Selecione a gama preferida através do OSD do monitor

Figura 9: Selecione a gama preferida com 


o software BenQ Palette Master Element

Como agora temos algumas ideias básicas de como as curvas de gama afetam a qualidade da imagem e o quão importante é ter uma boa curva de gama, como ajustamos a curva de gama? Geralmente, existem duas maneiras de fazer isso. A primeira maneira é simples: basta procurar pelo OSD no monitor. Geralmente, num monitor profissional de gestão de cores, como os monitores da série BenQ SW ou PD, existe um “Modo personalizado” na opção “Modo de cor”. No “Modo personalizado”, pode selecionar diferentes configurações, como gama de cores ou curva de gama. Na opção “Gama”, pode selecionar curvas de gama com calibragem de fábrica, variando de 1,6 a 2,6 com intervalos de 0,2.

Outra maneira de ajustar a curva de gama dos monitores da série SW é utilizar o software de calibragem proprietário da BenQ, o Palette Master Element. Conetando-se a um calibrador externo, como o X-rite i1 Display Pro, i1 Pro 2 ou um Datacolor Spyder 5, pode simplesmente selecionar a curva de gama que deseja no Modo Avançado. Seguindo as instruções no ecrã, após concluir a calibragem, pode ter a certeza de que a sua curva de gama está pronta para utilização nas Calibragens 1, 2 ou 3. É tão simples quanto isto. Este é o método preferido para ajustar a sua curva de gama se tiver um dos nossos monitores da série SW.

Resumo

Falamos sobre a definição de curva de gama nos parágrafos iniciais deste artigo e a sua importante ligação com a resposta visual. Também vimos como a curva de gama pode afetar a qualidade e a perceção da imagem, além de alguns valores gama típicos e as suas aplicações. Por fim, aprendemos a importância de manter uma curva de gama suave e como selecionar diferentes curvas de gama em monitores BenQ SW/PD. Com o software Palette Master Element e um calibrador externo, pode também calibrar a sua curva de gama em monitores SW.

TOP