Centro BenQ Knowledge

Como posso garantir que a Netflix funciona em 4K?

BenQ
2020/01/19

Já todos passámos por isso. Acaba de obter um ótimo monitor ou projetor novo, com uma resolução muito superior à do anterior e está todo animado para tirar dele o maior partido. No nosso caso, um monitor 4K com HDR, onde quer, realmente, testar os novos conteúdos. E, além disso, tem uma conta na Netflix e sabemos que a empresa tem vindo a investir literalmente biliões em novos espetáculos e filmes exclusivos produzidos no formato 4K Ultra HD com HDR. O seu novo monitor ou projetor será o ecrã perfeito para desfrutar disso.

Mas, quando começa a ver, há algo que não lhe parece bem, ou que não se parece com o que esperava. Tem uma constante suspeita de que a Netflix só lhe permite 1080p ou menos, e certamente sem HDR. Sente que o seu novo monitor ou projetor foi um desperdício. Não se preocupe, pois é muito fácil listar os passos necessários para garantir que está a receber a melhor qualidade de streaming. Iremos analisar todos os pontos importantes. 

Primeiro, o óbvio – o seu plano da Netflix e o ecrã

Por favor, não interprete isto mal, mas muitas pessoas subscrevem a Netflix básica e depois questionam-se porque não têm 4K. Repare que APENAS o plano Premium suporta o Ultra HD. As opções básica e intermédia obtêm um máximo de 1080p, por isso, sem 4K. Para 3840 x 2160, precisa de subscrever o plano Premium da Netflix, com um preço mais elevado.

Quanto ao monitor, a Netflix requer um mínimo de 60 Hz para a taxa de atualização, para apresentar conteúdo 4K. Se o seu monitor ou outro ecrã, por algum motivo, funcionar a 30 Hz, o resultado será que não vai ter 4K. Isso não deve ser motivo de muita preocupação, dado que quase todos os ecrãs nos dias de hoje apresentam 60 fotogramas por segundo ou mais. 

Nem todos os conteúdos são feitos da mesma forma

Enquanto a Netflix e outros serviços de streaming vão avançando cada vez mais para o 4K, em termos de quantidade ainda há muito conteúdo em 1080p ou menos. Isto aplica-se mais vulgarmente a conteúdos não exclusivos. Embora os títulos próprios sejam compostos num glorioso 4K HDR, os conteúdos licenciados de terceiros, que não são diretamente propriedade da Netflix, muito frequentemente são apresentados nos vulgares 1080p SDR. Por isso, se a primeira coisa a que decidiu assistir não está em 4K, não entre em pânico. Pode estar a ver algo que não deveria estar em 4K de qualquer maneira. 

Largura de banda para a sua alegria

Muito provavelmente, tem tudo de bom neste departamento. Mas, só para tornar as coisas claras, a sua ligação à Internet deve ter, pelo menos, 25 Mbps disponíveis para a Netflix em todos os momentos, para sustentar um streaming 4K HDR. Isso oferece ao serviço o espaço suficiente para lidar com grandes pacotes de dados. Por isso, se tiver uma ligação de 200 Mbps, mas estiver a fazer o download de grandes ficheiros e também a jogar online enquanto tenta assistir à Netflix, esses 25 Mbps poderão não estar disponíveis de forma consistente. Se realmente se quer sentar e desfrutar de conteúdos 4K, recomendamos que não sobrecarregue a sua ligação à Internet a menos que ela tenha 500 Mbps ou mais.

Numa nota relacionada, lembre-se de que a Netflix e todas as outras plataformas de streaming funcionam inteiramente através da nuvem. Eles dependem da disponibilidade do servidor e têm períodos ocasionais de limitação ou de cargas pesadas, especialmente nas alturas de feriados importantes. Se a espinha dorsal da Netflix tiver problemas de conetividade, ela pode descer até aos 288p, mesmo no melhor dos ecrãs e com a ligação mais rápida. Basta ser paciente, pois isso irá passar.

Além disso, a qualidade do streaming pode ser diferente consoante as fontes. Se o seu monitor estiver ligado a um computador e a uma consola de jogos e ambos tiverem a Netflix instalada, verifique qual deles lhe dá a melhor qualidade. Não tente transmitir a Netflix diretamente do Chrome ou de qualquer outro programa de navegação que não seja o Microsoft Edge. Este último suporta a reprodução da Netflix com 4K UHD, mas a melhor opção é usar uma aplicação dedicada. 

Definições da aplicação a ter em conta

Apenas uma nota rápida, porque não há muito para dizer. Certifique-se apenas de que a aplicação de streaming da Netflix tem a qualidade definida como elevada ou automática. Se, por alguma razão, ela estiver com qualquer outra definição, isso significa que a aplicação está a tentar preservar a largura de banda e não irá apresentar o 4K. Por defeito, encontra-se definida como automática, mas será melhor colocá-la no nível mais elevado. A verificação leva poucos segundos, por isso, por favor, não se esqueça de o fazer. 

A ligação HDCP 2.2

O fator mais técnico em que deve pensar refere-se aos tipos de ligação. Supondo que tem o streaming da Netflix a fazer-se a partir de um dispositivo externo ligado ao seu monitor, então qualquer ligação que utilize deverá suportar a HDMI 2.0 e HDCP 2.2 para obter 4K HDR. Se usar a entrada DisplayPort, deverá ter a versão 1.3 ou superior, de preferência 1.4.

A parte da HDCP é mais complicada. A proteção de conteúdo digital em banda larga, para lhe dar o nome completo, certifica-se de que tudo o que vê ou transmite não foi copiado ilegalmente. Sem o suporte da HDCP 2.2 a fazer a cobertura da sua fonte, da ligação e do monitor de entrada, não irá conseguir ter 4K. Se o seu monitor apenas suporta HDCP 1.4, então ficará limitado a 1080p. Se possui uma instalação própria para entretenimento, aconselhamo-lo vivamente a garantir que cada etapa, ao longo de todo o caminho, tem compatibilidade com a HDCP 2.2.

Temos um artigo mais detalhado sobre a HDCP 2.2 se desejar saber mais. 

Sentir a compressão

Dado que os conteúdos da Netflix chegam até si a partir de servidores remotos e precisam de atravessar toda uma rede de ligações, é necessário que sejam comprimidos ao longo do caminho. Depois, o conteúdo é descompactado ou DESCOMPRIMIDO quando clica no botão de reprodução. No entanto, é preciso dizer a verdade, pois, presentemente, o 4K em streaming nunca lhe parecerá tão bom como um Blu-ray 4K ou as demonstrações a partir de uma fonte USB que vê na secção de televisores da sua loja local. O conteúdo 4K que eles apresentam é muito mais “local” do que a Netflix e são-lhe aplicados, exponencialmente, menos compressão e processamento, pelo que terão sempre um aspeto um pouco melhor. Mantenha as suas expetativas realistas! 

Realmente muito fácil

Este artigo pode fazê-lo pensar que ter a Netflix a funcionar em 4K com HDR requer todo um ritual, mas isso é apenas porque procurámos destacar o máximo de aspetos possíveis a ter em conta. Provavelmente, já tem tudo de que precisa, se o streaming em 4K é algo que valoriza, mas é sempre melhor estar preparado. A BenQ tem vários monitores e projetores 4K completamente preparados para apresentar a melhor versão da Netflix e, por isso, talvez fosse bom analisá-los.

Produtos Recomendados

EL2870U

• O monitor de gaming 4K EL2870U é equipado com uma resolução brilhante de 4K UHD, HDR e tempo de resposta de 1ms para garantir a melhor experiência de gaming. O sensor exclusivo de BI+ (Brightness Intelligence Plus Technology) da BenQ oferece conforto, ajustando a luminosidade e temperatura de cor da imagem.

EW3280U

Maximizando o prazer do mais recente conteúdo de entretenimento HDR, o EW3280U tira partido do painel IPS 4K UHD com HDRi e dos recursos audiovisuais superiores para oferecer uma experiência de multimédia envolvente. Com a tecnologia HDRi proprietária da BenQ, a ampla gama de cores DCI-P3 e o FreeSync, o EW3280U leva-o a um novo nível de diversão de vídeo.

TOP