Centro BenQ Knowledge

Como é usado o perfil ICC no fluxo de trabalho fotográfico?

BenQ
2018/09/13

Num artigo anterior, falámos sobre as três fases de fluxo de trabalho para fotógrafos e desenhadores; por isso temos uma compreensão básica de como, em princípio, a gestão de cores funciona. Podemos ver agora mais de perto como incorporar os perfis ICC num fluxo de trabalho prático.

O primeiro passo no fluxo de trabalho é a criação de conteúdo e, para os fotógrafos, isso significa tirar fotos com as suas queridas câmaras. Se a reprodução da cena original é o objetivo do seu trabalho, então devem ser tomadas algumas precauções extra nesta fase.

Compreende-se perfeitamente que a luz ambiente possa alterar bastante a maneira como vemos as fotos. Por isso, em primeiro lugar temos de lidar com a iluminação para preservar as cores que vimos na cena. Com o uso do medidor de exposição, os fotógrafos podem determinar as configurações corretas de abertura e velocidade do obturador para que as fotos não fiquem em sobreexposição ou subexposição. Os medidores de exposição são projetados de forma a fornecer o mesmo nível de exposição em várias condições de iluminação. Assim que tivermos a exposição definida, precisamos de colocar uma “referência” na cena para saber como recriar as cores no momento da fotografia. A “referência” mais utilizada é uma palete de cores com 24 patches ou combinações chamada ColorChecker® e foi projetada para essa finalidade. Existem diferentes variedades de patches de cores e um deles chamado ColorChecker® Passport, é particularmente útil. A Figura 1 ilustra as diferentes variedades dos ColorCheckers® e a Figura 2 ilustra como usar o ColorChecker® Passport ao tirar uma foto.

Figure 1.: Different varieties of ColorChecker®: White Balancing and Gray Balancing ColorCheckers® are on the left, and 24 colors ColorCheckers® are on the left.

Figure 2.: How ColorChecker® Passport was used at the time of capturing.

Em teoria, poderíamos também usar o perfil ICC da câmara para obter as cores corretas da cena. No entanto, o perfil ICC só funcionará melhor se a condição de captura corresponder à condição em que o perfil foi criado. Por exemplo, as condições de iluminação (temperatura da cor e nível de luz), a combinação do corpo da câmara e da lente, e as configurações de abertura, velocidade do obturador, configurações ISO e modo de cor, tudo tem de ser exatamente o mesmo. É quase impossível criar um perfil ICC sob essas restrições, portanto uma maneira mais prática é utilizar o ColorChecker® ao tirar as fotos e usar o ColorChecker® para criar um perfil. Para o perfil criado não é necessário um perfil ICC, mas serve os mesmos propósitos do perfil ICC para preservar as cores. O ColorChecker® Passport é fornecido com o seu próprio software para extrair os patches de cores para gerar um ficheiro DCP (Digital Camera Profile); o processo é ilustrado na Figura 3. O ficheiro DCP pode ser posteriormente importado para o Photoshop ou o Lightroom para simular a condição de captura registada pela câmara.

Figure 3.: The ColorChecker® Passport software will automatically identify the color patches and use them to generate a DCP file.

Agora, a segunda fase do fluxo de trabalho é aperfeiçoar as fotos. Esta é a fase em que o monitor desempenha um papel muito importante, já que todas as cores finais são decididas aqui. Um monitor de gestão de cores com capacidade de calibração de hardware é definitivamente a primeira escolha. Escusado será dizer que um bom monitor também requer uma calibração adequada. Mas quais são os alvos para os quais um fotógrafo deve calibrar os seus monitores? Aqui, na Tabela 1 fornecemos um conjunto de alvos de calibração típicos para referência. Esse conjunto de alvos de calibração satisfará as necessidades da maioria dos fotógrafos.

Table 1.: Set of calibration targets suitable for most photography wor

Color Gamut Color Temp Luminance Gamma Curve Black Level
Color Gamut
Adobe RGB
Color Temp
D65
Luminance
160 cd/m²
Gamma Curve
2.2
Black Level
Absolute 0

Depois de calibrar corretamente o seu monitor com as metas de calibração acima, será criado um perfil ICC do seu monitor. É importante prestar atenção a este perfil ICC, que deve ser usado no Photoshop como o seu espaço de trabalho RGB padrão. Siga estes passos para alterar a configuração:

1. Go to ‘Edit’ -> ‘Color Settings’ (as shown in Figure 4).

2. In the pop-up window, select your monitor ICC profile from the drop-down list in RGB Working Space (as shown in Figure 5).

3. Select ‘Convert to Working RGB’ under Color Management Policies (as shown in Figure 5).

Figure 4.: Access to ‘Color Settings’ in Photoshop.

Figure 5.: Change RGB under Working Spaces with your monitor ICC profile.

O motivo da configuração do seu perfil ICC do monitor como o seu espaço de trabalho RGB é estar a trabalhar com um monitor físico para editar/modificar as cores e, ao fazê-lo, todos os seus ajustes serão realmente refletidos no seu monitor. E para que isso funcione, também precisa de selecionar “Converter para funcionar em RGB” em Políticas de Gestão de Cores. Naturalmente, será mais seguro se clicar em “Perguntar ao abrir” para eventuais Incompatibilidades de Perfil e Perfis Ausentes.

Uma pergunta que pode fazer é: “onde estão meus perfis ICC?” ou "por que não vejo o perfil do meu monitor na lista pendente?" A resposta a estas perguntas é “existe uma pasta específica para os perfis ICC e tem de colocar os seus perfis ICC nessa pasta para os disponibilizar na lista pendente”. Onde está então essa pasta específica? O Windows OS e o Mac OS têm localizações diferentes para os perfis ICC e estão listados a seguir:

• Windows:

• C:\Windows\System32\spool\drivers\color

• Mac OS:

• \Users\[User Name]\Library\ColorSync\Profiles 

where [User Name] is the your user login name

A localização da pasta depende do sistema operativo, mas não depende da versão. É possível, por isso, encontrar esta pasta em diferentes versões do Windows ou Mac. Normalmente, quando é feita a calibração do monitor, o perfil ICC será salvo automaticamente na localização acima. Mas, se tiver outros perfis que precisem de ser “instalados” no seu computador, simplesmente copie os perfis ICC para a pasta acima e reinicie o Photoshop, e verá que os perfis ICC estão agora na lista pendente.

Depois de todo o trabalho de edição ter sido feito, chegou a altura de distribuir o seu trabalho (fotos) para o mundo. Mas, antes de fazer isso, quer ter a certeza de que todos estão a ver as mesmas cores, certo? Aqui é onde entra o conceito de correção suave. Por exemplo, se enviar as suas fotos para serem impressas, poderá ver as cores simuladas da impressora antes de realmente imprimir as fotos. Pode fazer isso no Photoshop, utilizando os perfis ICC da impressora com a combinação correta de papel e tinta. Os vários passos estão resumidos a seguir:

1. Obtain the printer ICC profile with correct paper and ink combination. It is essential to get right ICC profile for the paper and ink you are using. Printer ICC profile could be obtained from printer’s driver and manufacture’s website, ask your local photo lab or print shop to provide the profile, or generate printer ICC profiles from 3rd party profiling software. There are number of sources in the internet which could provide detail instructions for generating your own printer ICC profile, so we will not go into details here.

2. Copy the printer ICC profile to the ICC profile folder listed above.

3. Restart Photoshop if the application is in used before you done the copy operation.

4. Go to ‘View’ -> ‘Proof Setup’ ->  ‘Custom’ (as shown in Figure 6).

5. In the pop-up window, select your printer ICC profile in the drop-down box next to ‘Device to Simulate’ (as shown in Figure 7).

6. Select ‘Relative Colorimetric’ in ‘Rendering Intent’ drop-down box (as shown in Figure 7).

Figure 6.: Access to Custom Proof Setup in Photoshop.

Figure 7.: Select the printer ICC profile in the drop-down box next to Device to Simulate.

7. Now you will see your photo has changed its appearance. You can select and deselect the check mark next to ‘Preview’ to enable and disable the simulation function. Or you can also close the pop-up window by click on ‘OK’, and press ‘Control+Y’ (Command+Y for Mac users) to enable and disable the simulation. Figure 8 illustrates the ‘before’ and ‘after’ simulation effect in Photoshop.

8. If you would like to correct some colors under the simulation, you can simply go ahead to process the photos as usual, and you will see the effect on the print-out.

9. If you are satisified with processing, now the photo is ready for print. Before you send your photos to your photo lab or print shop, it is always a good practice to convert your photos to your monitor ICC profile and embed the profile with your photos. In this way, you local photo lab or print shop could see what the photos are like on your monitor.

Figure 8.: ‘Before Simulation’ (top of the figure) and ‘After Simulation’ (bottom of the figure).

A maioria das fotos hoje em dia não são impressaa, mas sim publicadas principalmente na Internet. Será muito mais difícil de lidar com esta alternativa do que com a impressão, se desejar que as cores estejam corretas para todos. Não sabemos que tipo de monitores as outras pessoas podem ter, portanto, só podemos supor que serão usados monitores sRGB. Portanto, é da responsabilidade de quem vê as imagens certificar-se de que o seu monitor está em conformidade com o requisito sRGB. Antes de publicar as fotos na Internet, vamos converter as fotos em espaço de cor sRGB. Os vários passos são apresentados a seguir:

 

1. Go to ‘Edit’ -> ‘Convert to Profile’ (as shown in Figure 9).

2. In the pop-up window, select ‘sRGB IEC61966-2.1’ in the drop-down box under ‘Destination Space’ (as shown in Figure 10).

3. Click on ‘OK’ to close the pop-up window.

4. Go to ‘File’ -> ‘Save As’. 

5. Click on ‘Embed Color Profile’ in the ‘Save As’ window (as shown in Figure 11). 

Figure 9.: Access to ‘Convert to Profile’ in Photoshop.

Figure 10.: Select ‘sRGB IEC61966-2.1’ in the drop-down box under ‘Destination Space’.

Figure 11.: Click on ‘Embed Color Profile’ to embed the sRGB color profile to the photos to be sent out.

Neste artigo, aprendemos a usar o perfil ICC para manter a consistência de cores durante o fluxo de trabalho do fotógrafo. Para captar as cores certas na cena, o medidor de exposição e um verificador de cores são necessários para captar a luz e as cores corretamente. Num monitor de gestão de cores adequadamente calibrado, podemos utilizar o perfil ICC do monitor para simular a aparência de impressão ou qualquer outro dispositivo que tenha um perfil ICC para descrever. Por fim, destacamos também que, antes de publicar as fotos na Internet, é necessário converter o espaço de cores para sRGB e incorporar o perfil com as fotos. Existem também algumas dicas práticas para utilizar perfis ICC no fluxo de trabalho do fotógrafo, por exemplo, como configurar o Espaço de Cores de Trabalho RGB, onde armazenar os perfis ICC, e como converter espaços de cores.

TOP