Centro BenQ Knowledge

Porque é que os monitores de 144 Hz e 1080p funcionam bem com a Xbox Series X e a PS5?

BenQ
2020/10/20

Os monitores de jogos de 144 Hz de alta velocidade, como o MOBIUZ EX2510/EX2710, são ótimos para os jogadores da Xbox Series X e da PS5 que querem um ecrã dedicado para os modos de 120 Hz ou preferem uma imagem de 1080p com superamostragem em vez dos 4K em bruto. 

High speed 144Hz gaming monitors pair surprisingly well with Xbox Series X and PS5

A Xbox Series X e a PS5 estão a ser lançadas, ou talvez até já tenham sido, na altura em que estiver a ler isto. A Microsoft e a Sony deixaram claro que, em termos de fidelidade visual, ambas as consolas da “próxima geração” querem manter os 4K a 60 Hz em praticamente todos os títulos de jogos. Além disso, ambas aspiram a atingir os 120 Hz ou 120 fotogramas por segundo em jogos selecionados e de alto desempenho. O senão aqui é que não será provável que alguma delas consiga fazer os 4K a 120 Hz em títulos grandes e pesados, em termos de computação. E é aí que um monitor de 1080p com inspiração para e-sports, como o MOBIUZ EX2710 ou o EX2510 de 144 Hz, se torna útil como um ecrã relevante na era das consolas, que ganharam o poder de um PC de jogos muito capaz por volta de 2018-2019.

Então para que quererá um monitor de 1080p emparelhado com uma Xbox Series X ou uma PS5? Não estamos à espera que compre uma consola de 400 ou 500 dólares e depois a emparelhe com algo que, realisticamente e até 2020-2021, é uma exibição de nível básico sem quaisquer sofisticações, mas há pontos legítimos a apontar aqui. 

Monitor dedicado de 1080p para títulos de 120 Hz

Já tem um bom monitor HDR de 4K a 60 Hz para o seu PC. E claro, tem entradas suficientes para acomodar o PC, a Xbox Series X e a PS5. No entanto, sabemos que muitos jogos futuros irão atingir os 4K a 60 Hz como limite superior. Isso é bom para o seu monitor atual. Mas muitos títulos terão também um modo de desempenho a 120 Hz em 1080p. A diferença entre 60 Hz e 120 Hz é palpável, se gostar de uma resposta rápida e de uma jogabilidade suave. Algo como o EX2510 dará um excelente monitor de alta velocidade de 1080p, com a sua velocidade de fotogramas de 144 Hz e MPRT de 1 ms.

Desta forma, pode simplesmente trocar as portas HDMI e escolher entre um ecrã dedicado de 4K a 60 Hz e um FHD a 120 Hz. Se pensarmos que até há títulos a serem lançados para a PS5 a funcionar “apenas” com 1440p a 60 Hz, poder-se-á supor que os 4K a 120 Hz não serão tão comuns nas novas consolas.

Além disso, se é um grande fã dos jogos de tiroteio na primeira pessoa, um modo a 120 Hz 1080p servirá melhor as suas necessidades competitivas baseadas em reflexos do que um modo 4K a 60 Hz. Afinal, para os modos multijogador, os gráficos são menos essenciais do que para as campanhas para um jogador, e espera-se que os primeiros grandes jogos de disparos da geração ofereçam essa escolha.

Além disso, os monitores de 25" e 27" não ocupam muito espaço, o que nos leva ao ponto seguinte. 

Produto Recomendado

Monitor de jogos MOBIUZ 1ms IPS 144Hz | EX2710

  • Ecrã de 27 polegadas 16:9 IPS FHD HDR

  • O HDRi e o verdadeiro som da treVolo proporcionam imersão

  • 1 ms MPRT e FreeSync Premium para uma jogabilidade suave

Conservação de espaço para uma nova geração

Muitos de nós vivemos em alojamentos pequenos e temos espaços de trabalho bastante compactos. Um enorme monitor de 43", ou mesmo um grande monitor 4K de 32", pode estar simultaneamente fora do seu orçamento e também não ser o mais exequível dentro do seu atual espaço de vida. Mas, ainda assim, poupou o suficiente para obter uma Series X ou uma PS5. Não há nada de errado em jogar com 1080p numa das duas, por enquanto. Embora de tamanho considerável, as consolas não são tão imponentes como um monitor grande e cabem bem ao lado de um monitor de escala razoável de 1080p. Algo a considerar.

E a considerar bem, porque embora visando o 4K, a Series X e a PS5 não tratam o 1080p como uma resolução esquecida, mas como um pilar fundamental. 

Imagem de 1080p com superamostragem em IPS, com HDR

A Series X e a PS5, tal como as suas antecessoras Xbox One X e PS4 Pro, sabem bem como realizar uma superamostragem ou uma efetiva “redução da resolução” de 4K para Full HD 1080p. Isso significa que está de facto a ver texturas e efeitos de qualidade 4K que se compõem em 1080p “mais densos”. O resultado é, visivelmente, uma melhor qualidade de imagem em comparação com um Full HD nativo, que não passou pela superamostragem. Essas texturas de 4K comprimidas a 1080p retêm a sua complexidade de dados mesmo que eles não sejam totalmente apresentados no ecrã. Notará uma melhor filtragem da textura, menos serrilhados, menos descoordenação no surgimento de ativos, etc. Simplificando, um 1080p com superamostragem é um 1080p melhorado.

O EX2510 e o EX2710 oferecem painéis IPS de grande qualidade com cores e ângulos de visão soberbos, além do HDR. Não se está a comprometer a fidelidade da imagem, apenas a contagem de pixels. Quanto é que isso vale, cabe-lhe a si decidir. 

Continua a ter os benefícios da nova geração

Adições muito apreciadas, trazidas pela Series X e pela PS5, como o traçado de raios por hardware, funcionam igualmente bem num ecrã de 1080p ou num monitor de 4K. A iluminação melhorada, o pós-processamento e os efeitos de ecrã serão todos escalonados para corresponderem à resolução que escolher nas definições da consola. A Series X e a PS5 têm os 1080p como uma das suas principais escolhas de resolução, o que lhe diz que são totalmente compatíveis e que não são alterados em termos de aparência. A única diferença é, realmente, a contagem de pixels.

A Series X e a PS5 são ambas compatíveis com o AMD FreeSync para evitar o efeito de “tearing” do ecrã e assegurar uma velocidade de fotogramas consistente. Naturalmente, o EX2510 e o EX2710 têm FreeSync, por isso, está tudo bem por esse lado. 

Na verdade, muitos jogos podem funcionar a 1080p

Aqui, estamos a especular com base no conhecimento do setor e nas tendências atuais. Mas, de forma semelhante à DLSS (Deep Learning Super Sampling) da NVIDIA, que pode ser definido em português como aprendizagem profunda de superamostragem, a Series X e a PS5 podem ser compatíveis com o DirectML, ou seja a aprendizagem de máquina direta. Na sua essência, isto é uma superamostragem controlada por IA que transforma uma composição do motor de jogo de 1080p em 4K, ou mesmo 8K, de saída de imagem. O resultado parece idêntico e, por vezes, melhor do que o 4K ou 8K nativos. Em qualquer jogo que funcione a 1080p internamente, mas cuja saída seja em 4K, obterá simplesmente o original em Full HD, seja ele inalterado ou com superamostragem no EX2510, por exemplo.

Para este ponto, precisaremos de estudar os jogos à medida que forem sendo lançados. No entanto, provavelmente já se apercebeu de que ainda há que ter em conta os monitores de 1080p de alto desempenho e alta qualidade, com a entrada da Xbox Series X e da PS5 no círculo proverbial. 

Monitores de jogos MOBIUZ: desafio aceite

Com base no feedback de jogadores competitivos e de profissionais dos desportos eletrónicos, ao aproveitarmos o legado de monitores de jogos de alto desempenho da BenQ, criámos o MOBIUZ. O que é o MOBIUZ? É o desafiar do pensamento convencional e a criação de uma nova geração de monitores de jogos que fazem com que cada pixel conte e de uma forma melhor.

Os atuais monitores de jogos MOBIUZ incluem o EX2710 e o EX2510, ou seja os de 27" e 25" respetivamente, como provavelmente adivinhou. Estamos a falar de 144 Hz com 1ms de MPRT e FreeSync Premium, para uma jogabilidade com capacidade de resposta de nível superior e um aspeto nítido, em painéis IPS que permitem que as cores ganhem vida a partir de amplos ângulos de visão. Aproxime-se da ação e veja cada detalhe, ajudado pelo verdadeiro HDR. Para o áudio de jogos, o MOBIUZ fornece a potência do som treVolo, com altifalantes duplos de 2,5 W.

Os monitores MOBIUZ satisfazem as exigências dos jogadores que querem uma resposta rápida e precisa, com um elevado grau de fidelidade visual. Não deixe de analisar a linha MOBIUZ.

TOP