Centro BenQ Knowledge

O que é o HDCP e por que é importante no 4K?

BenQ
2020/01/12

A primeira parte do artigo deve servir para explicar de forma breve o que significa HDCP e o que faz. A Proteção de Conteúdo Digital em Banda Larga (High-bandwidth Digital Content Protection) foi desenvolvida para evitar a cópia ilegal de recursos digitais de alta definição. Isso abrange os artigos físicos, como os discos Blu-ray, e a transmissão completamente digital, nomeadamente os serviços de streaming como a Netflix e o Hulu. A HDCP existe como uma forma de gestão de direitos digitais, ou DRM (Digital Rights Management), um termo abrangente para a proteção contra cópias, aplicada aos recursos digitais. 

Uma rápida introdução à HDCP

A HDCP foi originalmente desenvolvida por engenheiros da Intel, mas, gradualmente, tornou-se comum em todo o setor da tecnologia e do entretenimento. A HDCP é frequentemente confundida com HDMI e, embora estejam relacionadas, não são obviamente a mesma coisa. A HDCP fornece proteção contra cópias e prevenção de pirataria para os três principais tipos de ligação, incluindo a HDMI. Os outros dois são o DVI e o DisplayPort. Assim, embora não deva confundir HDCP com HDMI, lembre-se apenas de que TODOS os seus dispositivos e cabos devem ser compatíveis com HDCP para desfrutar de conteúdo 4K, uma vez que a entrada HDMI se tornou praticamente universal. Ao mencionar dispositivos referimo-nos à fonte (caixa de streaming, Blu-ray, computador, consola de jogos, splitter HDMI e outros) e aos cabos, e por dispositivo recetor queremos dizer o seu projetor, televisão ou monitor. Se um só dos componentes carecer de certificação HDCP, o conteúdo não será reproduzido em 4K, ou poderá não ser reproduzido de todo. Também precisa de ter a mesma versão da HDCP em todos os componentes, ou a qualidade do conteúdo descerá para Full HD e não 4K. A versão relevante da HDCP é a 2.2 na altura em que este artigo está a ser escrito.

Lembre-se de que se tiver uma Smart TV ou projetor e transmitir conteúdo através de streaming diretamente do seu sistema operacional sem quaisquer dispositivos externos ou cabos (ou seja, a partir de aplicações incorporadas), a HDCP não se aplicará nesse caso. Ela só entra em jogo quando ligar vários dispositivos através de cabos.

Outra nota: a indústria de jogos de vídeo não adotou a HDCP, desenvolvendo, em vez disso, vários outros mecanismos de proteção, tais como o Denuvo. Por isso, se quiser apenas ligar uma Xbox ou PlayStation a um monitor 4K só para jogar, não precisa de se preocupar com a HDCP. 

O que faz, basicamente, a HDCP?

O protocolo estabelece uma correspondência entre os dispositivos de origem e de entrada para garantir que o conteúdo tem uma autoria bem definida e que está protegido contra cópia ilegal. Os dispositivos concebidos para HDCP entram ativamente em diálogo com os outros e procuram a chave de segurança da HDCP. Se as chaves estiverem em falta, em qualquer lugar ao longo da linha, não poderá reproduzir o conteúdo, porque os dispositivos assumem que a segurança foi comprometida ou que está a tentar reproduzir versões piratas de filmes, programas de TV e outros tipos de conteúdos.

Como uma forma evoluída da proteção contra cópia, a HDCP provou ser muito útil aos proprietários de conteúdos ao longo da última década e meia. No entanto, o protocolo adiciona claramente camadas de complexidade para os utilizadores, o que se tornou ainda mais evidente com a chegada do 4K. 

Existem diferentes versões da HDCP?

Sim. Desde o início de 2020, as duas principais versões são a HDCP 1.4 e HDCP 2.2. Isso é parte da razão pela qual o protocolo se confunde com HDMI. Como vê, HDCP 1.4 coincide mais ou menos com HDMI 1.3/1.4, e HDCP 2.2 sobrepôs-se à chegada da HDMI 2.0. Para tornar as coisas mais confusas, os projetores, televisores e monitores 4K quase sempre têm “HDCP 2.2” impresso ao lado das portas HDMI.

A HDCP 1.4 foi projetada para conteúdos Full HD enquanto a HDCP 2.2 se refere a recursos 4K Ultra HD. Com a HDMI 2.1 a entrar no serviço convencional em 2020, a HDCP 2.2 continua a ser essencial para o entretenimento em 4K. Olhando para a frente, as iterações futuras da HDCP certamente irão aparecer à medida que forem chegando os conteúdos 8K.  

Como é que a HDCP afeta o 4K?

Para apresentar conteúdos em vários dispositivos 4K, deve certificar-se de que todos os componentes estão em conformidade com a HDCP 2.2. Tão simples como isso. O cenário mais simples será o de ligar uma caixa de streaming 4K a um televisor, monitor ou projetor 4K barato, com portas HDMI não certificadas para HDCP. Nesse caso, provavelmente irá obter uma mensagem de erro no ecrã e não terá imagem. Em alguns casos, poderá chegar ao menu principal, mas aplicações como a Netflix não irão reproduzir e apresentarão um código ou mensagem de erro. No caso das consolas de jogos, vai conseguir jogar porque, como dissemos, o setor dos jogos ainda não aderiu à HDCP, mas as aplicações de entretenimento irão igualmente recusar-se a funcionar.

Um cenário mais comum e irritante impedi-lo-á de obter 4K e fará o conteúdo descer de qualidade para o Full HD normal de 1080p. Isso acontece se tiver um projetor, um televisor ou um monitor que dizem ser 4K, mas só dispõem de HDCP 1.4. Ao contrário da situação acima, onde não havia nenhuma correspondência, aqui temos uma correspondência parcial. O protocolo de HDCP acredita que o conteúdo é genuíno, mas suspeita que algo pode estar errado ou a correspondência, simplesmente, não consegue ser totalmente efetuada. Neste caso, só vai poder ver o conteúdo em Full HD de 1080p, e não em Ultra HD de 2160p, mais conhecido como 4K. O seu investimento em hardware e conteúdos 4K será desperdiçado.

Já mencionámos correspondências algumas vezes e esse é o conceito básico. A HDCP 2.2 e o 4K andam de mãos dadas. Não pode ter 4K sem HDCP 2.2. 

Fique atento à HDCP 2.2

Por agora, certifique-se de que todos os dispositivos e cabos que obtiver para a sua configuração indicam claramente a compatibilidade com HDCP 2.2. Isso permite-lhe desfrutar de conteúdos 4K no seu formato verdadeiro sem descida de qualidade. O tipo de ligação mais comum que encontrará é a HDMI 2.0/2.1, mas, por favor, não a confunda com HDCP. A HDMI necessita da HDCP para funcionar corretamente. Não podemos deixar de realçar a importância de estar atento a dispositivos 4K demasiado bons para serem verdadeiros. Esses, por vezes, ignoram os custos extra de desenvolvimento e implementação da HDCP 2.2 e, portanto, não são verdadeiros 4K. Agora já sabe!

Produtos Recomendados

EW3280U

Maximizando o prazer do mais recente conteúdo de entretenimento HDR, o EW3280U tira partido do painel IPS 4K UHD com HDRi e dos recursos audiovisuais superiores para oferecer uma experiência de multimédia envolvente. Com a tecnologia HDRi proprietária da BenQ, a ampla gama de cores DCI-P3 e o FreeSync, o EW3280U leva-o a um novo nível de diversão de vídeo.

EL2870U

• O monitor de gaming 4K EL2870U é equipado com uma resolução brilhante de 4K UHD, HDR e tempo de resposta de 1ms para garantir a melhor experiência de gaming. O sensor exclusivo de BI+ (Brightness Intelligence Plus Technology) da BenQ oferece conforto, ajustando a luminosidade e temperatura de cor da imagem.

TOP